Veja como foi o bate-papo da Chilli Beans

Os alunos do Centro de Ciências Sociais Aplicadas – Comunicação Turismo e Lazer lotaram o teatro Adelaide Konder, na Univali de Itajaí,  dia 06/05 para um bate-papo com Caito Maia, criador da Chilli Beans.

Bate-papo Chilli Beans
Caito Maia acompanhado do reitor Mario César dos Santos, do Diretor do CECIESA.COM Carlos Alberto Tomelin e da coordenadora dos cursos de Design Bianka Capucci Frisoni.

Um bate-papo muito divertido que despertou interesse de todos que estavam lá, inclusive da acadêmica Isabela Bugman, aluna do sexto período do curso de Design Gráfico, que esteve presente e nos contou como foi.

Já conhecia um pouco do seu trabalho, mas estar acompanhando de perto como é a sua rotina com a Chilli Beans, com certeza valeu a pena. Caito Maia é um profissional bem completo e ele entende bastante sobre o que está passando para o consumidor. A palestra em si, serviu para estudantes de vários cursos como: administração, marketing, design, publicidade, etc. Justamente porque ele aborda sobre tudo relacionado a marca e ao produto, desde a história até a criação. A forma pela qual ele se comunica com o público alvo é interessante, porque a linguagem usada por Caito é uma linguagem que expressa esse meio de comunicação entre vendedor e consumidor .

Ressaltou também, sobre a importância do que é ter uma base sólida da empresa e da marca, que muitas empresas crescem sem ter esse DNA e acabam não chegando a um propósito.

Ele leva em consideração a experiência com a marca. O usuário tem que ter alguma experiência com ela, não apenas ao consumo. Um exemplo, são as campanhas de publicidade, eles não focam o produto, e sim o conceito da marca. Ou seja, eles vendem a marca e não o produto. Outro fator importante que ele nos aponta, é que muitas marcas acabam cometendo o erro de criar um conceito bem estruturado e quando chega ao ponto de venda, não estão preparados, não conseguem passar a mensagem que deveriam ao consumidor. Por esse motivo, ele seleciona pessoas que tem o perfil da empresa, que gostam de trabalhar com a marca e que se identifiquem com ela.

Na criação do produto valoriza muito o que é do Brasil e evita que os designers que estão em contato direto com a criação busquem referência em tendências internacionais. Porém, não quer dizer que ele é contra ao conhecimento sobre criações estrangeiras, mas incentiva a buscarem suas inspirações dentro do Brasil.

Deixou claro que o produto dele é produzido na China, mas gostaria muito que fosse fabricado no Brasil, para valorizar ainda mais a marca e o mercado brasileiro. Só que infelizmente, os impostos são muito altos e por esse modo é difícil manter uma empresa de alto padrão.

E para finalizar, ele disse que é um desafio muito grande vender para um mercado como o Brasil, já que é um pais muito grande, com um público diversificado que varia de região para região. O criador da Chilli Beans ainda revela, que está muito feliz com a equipe que tem, e que não chegaria onde chegou sozinho.

E você, participou desse bate-papo também? Então deixe seu comentário aqui.

Se perdeu essa oportunidade fique ligado nas próximas ações dos cursos de Design e do CECIESA.COM que são sempre divulgadas aqui no blog.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s