Dicas rápidas sobre Estágio Obrigatório

por Vitória Lorenzoni

Mais um semestre começa e, nesse novo período, mais uma turma cheia de alunos começando seu Estágio Obrigatório. E apesar de parecer algo tão simples – afinal é apenas um estágio, e obrigatório – acaba gerando algumas dúvidas. Mas qual poderia ser a dificuldade? Confira a seguir algumas dicas de acadêmicos que já passaram por essa cadeira e sobreviveram, pois nem tudo está perdido!

Primeiramente, caro aluno, o Estágio Obrigatório é ofertado no sétimo período. E no começo, só o que você precisa fazer é se inscrever e esperar: você vai receber um e-mail da UNIVALI com a lista de alunos e dos orientadores; porém, diferentemente do TIC, o orientador é designado para você e não escolhido por você. Aí vem a primeira reunião com o orientador e seus respectivos orientandos, para dar uma luz à turma. Perdeu esse primeiro encontro? Pode deixar que te explicamos um pouco.

A UNIVALI disponibiliza uma lista de empresas que já são cadastradas, conveniadas, e costumam aceitar estagiários. Você pode escolher a partir dessa lista, mas se quiser, pode ir atrás de alguma outra empresa que te agrade mais; nesse caso, você recebe um Termo de Convênio, um contrato que deve ser repassado, assinado e carimbado pelo representante legal da empresa, para depois ser entregue na Secretaria do curso – assim é gerado um registro e a empresa fica cadastrada no sistema da Universidade e seu estágio pode acontecer de forma regularizada.

Além do orientador, você vai ter um supervisor de estágio. O que é isso? Uma pessoa que vai ficar ao seu lado dentro da empresa, te acompanhando, ensinando e, claramente, supervisionando. O Estágio Obrigatório pode ser remunerado. A carga horária mínima é de 120 horas, que podem ser distribuídas com o  acadêmico, juntamente com o supervisor do estágio. A carga diária máxima é de 6 horas e a semana de 30 horas – esse limite não pode ser excedido. Para esclarecer, você pode fazer mais do que 120 horas de estágio no total, desde que respeite o limite diário de horas.

Ao longo do semestre, você deve desenvolver o seu relatório de estágio. Cada etapa deste relatório representa uma das suas médias M1, M2 e M3, que deve ser escrito de acordo com as normas da ABNT. Você vai precisar:

  1. Escrever uma breve apresentação da empresa;
  2. Seus objetivos dentro da empresa;
  3. Quais as atividades que você desenvolveu;
  4. Explicar o que você aprendeu durante esse período;
  5. E por último, anexar fotos com a mão na massa.

Apesar de parecer difícil, é consideravelmente fácil de escrever e quanto mais você se reunir com seu orientador, mais fácil fica, pois ele vai conseguir te auxiliar durante desenvolvimento do seu relatório.

Além disso, alguns alunos se perguntam como podem conciliar essa disciplina com seu emprego atual – afinal, não é fácil trabalhar, estudar e ainda estagiar. Mas isso tudo pode ser conciliado, o importante é saber como conciliar. Você pode realizar um estágio, exercendo outra função dentro da sua própria empresa ou estagiar por poucas horinhas, um ou dois dias por semana, assim você não precisa abrir mão de muitas horas: é só distribuir por um período maior de dias, para atingir a carga horária.

Por fim, converse bem e procure se reunir com o orientador com frequência. Assim, você vai ter suas dúvidas sempre sanadas, uma vez que algumas delas só surgem lá pelo meio do caminho.

Fique frio, não tenha medo de perguntar, mesmo que tenha que perguntar mil vezes, e acredite,  tudo vai dar certo!

Te desejo boa sorte, se é que você vai precisar 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s