SCMC 2017- entrevista com acadêmico de Moda Univali

por Isabella Eckhard

Os eventos de moda e design são grandes oportunidades para iniciar um portfólio interessante, e é o início das experiências profissionais.

Na nossa região, existe o requisitado SCMC. Quando iniciamos uma pesquisa sobre o que é este evento, somos impactados pela seguinte frase: “ Nós somos o SCMC! Atuamos no desenvolvimento de uma identidade criativa para Santa Catarina”.

Talvez você já tenha ouvido falar sobre esse evento dentro das aulas de design da Univali, mas o que de fato é o SCMC? Essa pergunta nós iremos responder e até lhe interar um pouco mais do que se trata. Vamos lá?

A sigla SCMC significa “Santa Catarina Moda e Cultura”. Sua função é atrair jovens estudantes de design, interessados em inovar e fugir do senso comum em uma jornada que traga a real identidade e capacidade intelectual do povo catarinense. Nele, existem palestras e dinâmicas que estimulam os jovens participantes a inovar. São várias etapas e os eventos são sediados em instituições de cidades diferentes, por toda Santa Catarina. Legal, né?!

Para ficar mais fácil de entender, convidamos o aluno Gustavo Silva, do 6° período de Design de Moda da Univali, que está participando da edição deste ano, para contar um pouco da sua experiência agora nos primeiros dias de SCMC. Confira como foi nossa conversa:

Como você ficou sabendo do SCMC?

Pelos professores. Eles sempre comentam.

Quando você chegou lá, qual que foi a sensação?

O primeiro dia foi ótimo, o ambiente que eles escolheram pra fazer a introdução do evento foi maravilhoso, tudo linear com vários segmentos para desenvolver design. No primeiro dia, eles levaram o Ferreirinha, um empresário que trabalhou 15 anos no grupo da Louis Vuitton e depois formou empresa própria. Eu fiquei admirado com a carreira dele, foi inspirador. Falou até de Kim Kardashian e chegou a tocar Katy Perry, foi bem engraçado (risos).

Então é um ambiente bem interativo?

Sim, bem interativo. E a proposta deste ano eu acredito que seja algo mais inspirado na realidade dos jovens. Até se você observar o design do evento é nessa ideia divertida. O primeiro dia foi assim, surpreendente!

Quando fizemos a pesquisa sobre o que as pessoas achavam do SCMC, muitos alunos confidenciaram certos medos em relação às dificuldades que o evento propõe em suas dinâmicas. Você sentiu isso?

No começo você fica conhecendo o evento. Na sexta-feira é a palestra em que o empresário se apresenta e mostra o seu trabalho. Já no sábado é o desafio, aí sim você fica mais apreensivo. É feita uma introdução e eles passam um cronograma do que será desenvolvido. Inicialmente são uns dez grupos e cada pessoa tinha uma característica distinta e cada faculdade um método de ensino diferente, que refletia nesses participantes. E isso me agradou.

Qual foi a sua maior dificuldade?

Você fica apreensivo pelo horário, é muito corrido.

Como funcionam esses horários?

Das 9h às 16h são para o desenvolvimento. Depois que começa a apresentação, você tem no máximo dez minutos. Se não conseguir apresentar o trabalho, infelizmente está desclassificado.

Você está no 6° período. Adquirir essa bagagem dos semestres anteriores te influenciou dentro do evento?

Sim. Como falei, existem vários alunos de outras universidades em semestres diferentes. Tinha uma menina que ela já é formada e está fazendo pós, com muita experiência. Mas o conhecimento que você tem como aluno, mesmo de 1° período, já leva uma bagagem e um feeling de moda, agregando o que aprendeu fora da faculdade. Eu esperei pela oportunidade de fazer uma coisa bem feita e poder me dedicar, mas quem tiver a oportunidade e está em períodos iniciais, vale à pena participar. Pode ter algo que você não vai saber, mas isso é aprendizado.

Das coisas boas que você tirou dessa experiência, o que mais te dá orgulho?

Quando é proposto algo e você vê um feedback sobre seu trabalho em um evento grande como o SCMC, isso acaba sendo motivador e faz você continuar nesse segmento. A proposta do SCMC é levar os alunos a outro objetivo. Moda não se faz sozinho.

O que me deixa orgulhoso é trabalhar em grupo. Trabalhar com pessoas torna seu ambiente mais produtivo!

Gustavo (à direita) e outros participantes durante as atividades do SCMC.

Para mais informações sobre o SCMC, acesse: www.scmc.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s